A ReadSpeaker, líder em serviços de text-to-speech, anunciou hoje o lançamento da Plataforma de Serviço de Aplicações Web que permite aos clientes explorar novas soluções text-to-speech. Os dois primeiros serviços apresentados são o ReadSpeaker speechCloud API, que irá permitir a quem desenvolve aplicações e dispositivos adicionar voz a estes produtos, e o ReadSpeaker speechMaker para gerar ficheiros áudio a partir de texto offline/online.

Com a explosão de aparelhos com ligação à internet, cresce cada vez mais a procura de interactividade áudio. Para atender a esta procura, o ReadSpeaker speechCloud API permite que a aplicação/software dos clientes envie texto e receba o correspondente ficheiro áudio, gerado por TTS, para ser ouvido em aplicações e dispositivos com ligação à internet.

As características do ReadSpeaker speechCloud API incluem:

  • Dicionário personalizado de pronunciação, onde os clientes podem controlar como certas palavras são lidas
  • Vários formatos de ficheiros áudio (A-law, u-lei, PCM, WAV, Ogg, MP3)
  • Até 40 idiomas e mais de 100 vozes, utilizando as melhores vozes de síntese
  • Exemplos de código para diferentes linguagens de programação: Java (Android), Objective C (iOS), PHP, ASP, Flash/ActionScript
  • Estatísticas (via web ou API)
  • Interface web simples de usar

Quem desenvolve aplicações e dispositivos pode agora usar o ReadSpeaker speechCloud API para criar versões áudio para todo o tipo destes produtos, que constituem a chamada Internet das Coisas, tais como, electrodomésticos, quiosques interactivos e aparelhos médicos, só para referir alguns.

A ReadSpeaker tem vindo a receber um número crescente de pedidos para desenvolver uma solução em nuvem para gerar ficheiros áudio que possam ser usados em ambiente offline. O ReadSpeaker speechMaker dá aos clientes a possibilidade de gerarem ficheiros áudio, convertendo conteúdos de texto em voz, em três passos muito simples: introduzir ou copiar/colar o texto, verificar a qualidade do ficheiro áudio e fazer o download. Suporta uma ampla variedade de idiomas e vozes e os ficheiros áudio podem ser usados tanto online como offline, em aplicações web, aplicações móveis, apresentações, prompts para sistemas IVR, audiolivros, guias/manuais de leitura ou materiais de e-learning. Tal como acontece com o ReadSpeaker speechCloud API, o ReadSpeaker speechMaker tem um dicionário de cliente integrado e uma interface de estatísticas onde é possível seguir facilmente os níveis de utilização.

“Com a explosão de aparelhos com ligação à internet e o crescimento contínuo tanto da web como das aplicações móveis, os responsáveis pelo desenvolvimento exigem cada vez mais uma API Web para text-to-speech, documentada e acessível. O speechCloud API da ReadSpeaker permite-nos atender a essa necessidade e mostrar como é fácil dar voz a estes dispositivos e aplicações”, afirma Niclas Bergström, fundador e CEO da ReadSpeaker. “Com o speechMaker, aproveitámos a nossa competência em texto-to-speech online para tornarmos possível que qualquer pessoa consiga produzir facilmente ficheiros áudio, tanto para uso online como offline. Esperamos que cada vez mais clientes possam perceber as vantagens de disponibilizarem text-to-speech aos seus utilizadores.”

A ReadSpeaker vai continuar a adicionar serviços de text-to-speech inovadores à sua Plataforma de Serviço de Aplicações Web, de modo a atender às diversas necessidades da sua base de dados de clientes em rápido crescimento.